A pergunta “Corpo- Tem alguém aí?” está relacionada ao sistema de defesa. Segundo Freud, o sistema de defesa é o conjunto de operações para proteger o Eu das diferentes pulsões. Esse mecanismo encontra-se no aparelho psíquico e nos aparelhos envolvidos com as pulsões sexuais, orais e de apego: o aparelho locomotor, o parelho respiratório, o aparelho digestivo e o urogenital.

O reprimido encontra-se em forma de tensões musculares. A contração muscular tem como objetivo imobilizar, anestesiar as dores e o conteúdo emocional dessas dores. A quantidade de musculatura implicada, requisitada para segurar o conteúdo emocional depende da importância do mecanismo de defesa.

Para entender como a vida sensorial e motora está implicada no sistema de defesa podemos voltar na observação da relação mãe-bebê onde a presença e o carinho da mãe estimulam a presença sensorial e a vida motora do bebê. Nessa experiência, os circuitos sensoriais e motores se estabelecem, participando da integração/identificação no lugar do corpo.

Quando a vida pulsional não pode ser experimentada e integrada, o parelho psíquico não encontra um bom equilíbrio econômico e a energia fica presa na musculatura. O sofrimento fica preso na musculatura e a musculatura fica presa no sofrimento. Assim se instala um apego ao sofrimento.

O processo de crescimento fica parado e se instala um ponto de fixação. Quando as âncoras arcaicas não tiveram tempo de se construir, os grandes músculos da dinâmica vão fazer um esforço para compensar a fragilidade da base da construção postural. Encontramos tensões musculares no diafragma, nos trapézios, no quadríceps.

Ao processo de defesa se acrescenta um processo de compensação e toda a teia músculo/ conjuntiva está implicada. Uma grande parte da energia muscular está sendo utilizada na função de contenção do sofrimento. Desta forma, esta energia não fica disponível para as funções naturais do sistema muscular na estática ou dinâmica.

Pierre Mignard – Terapeuta Morfoanalista Supervisor responsável de Terapeutas titulados.

Você ficou interessado em conhecer melhor a Terapia Morfoanalítica?

Estão abertas as inscrições para a nova turma que terá início no dia 8 de julho de 2018 em Ribeirão Preto – SP.

Para mais informações e inscrição, acesse: www.terapiamorfoanalitica.com.br