“Esta formação acrescentou à minha vida profissional a visão integrada do ser humano e sua eficácia na intervenção terapêutica a partir do despertar sensorial do paciente. Na escuta sensível (ouvir e tocar), forma-se uma comunicação ímpar capaz de desvendar ao mesmo tempo, traumatismos profundos e o potencial intrínseco para alcançar o reequilíbrio postural e emocional.”